P.S I will always love you.  O filme de 2007 que me deu a conhecer Galway. E depois de visitar fiquei quase tão apaixonado por aquela cidade como o Gerry pela Holy. Cidade que inspirou inúmeros artistas, como Steve Earle – Galway Girl e recentemente Ed Sheeran.

Galway é uma cidade da Irlanda e é capital do condado homónimo. É a quarta maior cidade do país e a maior da província de Connacht. Conta com uma população de 65.832 habitantes. Desde 1985 a cidade possui estatuto de condado administrativo. Rodeada de campos estéreis, litoral acidentado, montanhas vibrantes e terrenos pantanosos torna-se numa verdadeira beleza natural. Visitar Galway é passear nas ruas centrais, ver os artistas de rua, aqueles magníficos músicos e pintores que decoram toda aquela agitação, as pessoas, os pubs, as cervejas e as caminhos ao largo de Galway Bay, com aquele pôr-do-sol inesquecível.

Galway, o que fazer de dia?

1. Caminhar pelo centro da cidade.

É a caminhar pelas ruas de Galway que se descobre porque é que ela é simplesmente única. Pelas ruas da cidade, vamos ver jovens e idosos a passear, a conversar e a interagir uns com os outros num ambiente calmo, sereno e de constante harmonia. Vemos artistas de rua a fazer performances, sejam teatrais ou musicais, numa mistura de tradicional música irlandesa com outras músicas mais contemporâneas. É uma paz de espírito. É conhecida como a “City of the Tribes” ou como quem diz, em língua de Camões, “A Cidade das Tribos”, graças às 14 tribos que dominavam a zona na idade média, e é daí, que bebem da próspera herança cultural e a intensa cena artística, musical, teatral e cinematográfica.

The Galway Arts Festival

2. The Galway Arts Festival

O Galway International Arts Festival, fundado em 1978, é uma organização cultural que produz um dos principais festivais internacionais de arte da Europa. Também produz novos trabalhos que percorrem o país e o mundo, além de apresentar o fórum de discussão, First Thought Talks. Realiza-se todos os anos, durante o mês de Julho, por isso, caso tenhas oportunidade de ir nesse período, é um grande investimento.

3. O arco Espanhol

Destruído parcialmente pelo Tsunami que se abateu sobre Galway graças ao terramoto que se abateu sobre Lisboa em 1755, faziam parte da extensão da muralha da cidade, desde a Torre de Martin até à margem do rio Corrib, como medida para proteger o cais da cidade, que ficava numa área antes conhecida como Mercado do Peixe mas que depois se passou a chamar Desfile Espanhol. Foi construído em 1584, a mando de Wylliam Martin.

Catedral de Galway

4. Catedral de Galway

A Catedral de Nossa Senhora Assunta no Céu e São Nicolau, comummente conhecida como Catedral de Galway, é uma catedral católica romana em Galway e um dos maiores e mais impressionantes edifícios da cidade. A construção começou em 1958 no local da antiga prisão da cidade, tornando este edifício o mais jovem das grandes catedrais de pedra na Europa. A arquitectura tem uma variedade de influencias, tais como renascentistas misturados com a tradição da arte cristã.

5. A marginal de Galway – Galway Bay

Caminhar, e apreciar aquela vista incrível ao longo da marginal. Não há melhor.

Cliffs of Moher

6. Cliffs of Moher

Os cliffs estendem-se 8 km ao longo do Oceano Atlântico e atingem a sua altura máxima de 214 metros ao norte da Torre de O’Brien. A vista dos cliffs atrai perto de um milhão de visitantes por ano e num dia limpo, são visíveis as ilhas de Aran na Baía de Galway, tal como os vales e colinas de Connemara.

A Torre de O’Brien é uma torre de pedra redonda que fica aproximadamente no ponto médio das falésias. Foi construída cerca de 1835 por sir Cornelius O’Brien, descendente do rei irlandês Brian Boru, para servir como ponto de observação para turistas vitorianos ou, segundo a lenda, para impressionar visitantes do sexo feminino. (Aposto mais que a lenda é verdadeira.) Do topo da vigia, é possível ver as ilhas de Aran e a Baía de Galway, as montanhas Maum Turk, os Doze Pins a norte em Connemara, e Loop Head a sul.

Galway, o que fazer de noite?

1. Roisin Dubh

Róisín Dubh é, sem dúvida, um dos melhores locais de música e comédia do país, trazendo talentos consagrados para a cidade, além de proporcionar um palco para artistas emergentes. Com um óptimo ambiente, equipa incrível, comprometida e profissional, e com muita paixão pela música e comédia, é um dos melhores lugares para ver os melhores atos nacionais e internacionais. Róisín Dubh tem sido a casa da comédia em Galway. Muitos grandes artistas, incluindo Stewart Lee, Phill Jupitus e Rich Hall, caraterizam-no como um dos 10 melhores locais do mundo. Roisin Dubh também é a força motriz por trás do Galway Comedy Festival.

Roisin Dubh

2. The Crane Bar

O Bar Crane on Sea Road é um dos mais conhecidos pubs de música tradicional de Galway. Há muito tempo tem sido um refúgio para aqueles que gostam de tocar e para aqueles que gostam de ouvir. Situado na Praça “Small Crane”, o The Crane Bar oferece música todas as noites no andar de cima e no andar de baixo. Tem ambiente intimista e descontraído, apreciado tanto por artistas como pelo público.

3. Taaffes

Taaffes é um dos bares mais conhecidos da cidade de Galway. Localizado no coração da cidade na Shop Street, Taaffes funciona como um pub há mais de 150 anos e o prédio já existe há mais de 400 anos. Evidências arquitectónicas nos pisos superiores e na área, que agora é para fumadores, tornam-no tão antigo quanto o Kings Head, que fica próximo. É mais conhecido por sua música tradicional irlandesa e há sessões das 17:00H e às 21:30H de Abril a Outubro e às 21:00H no resto do ano.

4. Tig-Coili

Tig Cóilí está situado na rua Mainguard no final da Shop Street. Este pub acolhedor é bem conhecido pelas suas sessões nocturnas de música tradicional irlandesa. Tig Cóilí tem tudo, excelente ambiente, música e bebidas. As sessões de música são o ano todo com músicos locais e viajantes. É um pub de gestão familiar e tem tanto músicos residentes como funcionários quando não são precisos atrás do bar também dão uns toques.

5. Cookes Thatch Bar

O Cookes Thatch Bar fica no centro de uma das áreas residenciais mais antigas da cidade. Funciona aqui desde 1700 e é um dos dois únicos pubs de palha de Galway. Cookes é dividido em duas zonas separadas, uma sala de estar e um bar. O salão tem uma jukebox e placas de dardos e é anfitrião regular para questionários de mesa ou jogos de tabuleiro cujas verbas arrecadas são para ajudar projectos locais.

Galway, o que comer?

1. Loam Galway

O Loam é um restaurante e bar de vinhos com uma estrela Michelin, localizado na saída da Eyre Square, na cidade de Galway. Abriu em novembro de 2014 e é dirigido pelo Chef de cozinha Enda McEvoy – eleito o “Melhor Chef da Irlanda” no Irish Restaurant Awards 2016.

Na Loam – que significa “solo rico e fértil” – concentram-se na culinária ambiciosa e moderna mas enraizada na tradição. Sazonalmente orientada, trabalham em estreita colaboração com agricultores e produtores locais, muitos dos quais são amigos íntimos, para obter os produtos que precisam para refletir e capturar o sentimento e a magia do oeste da Irlanda.

2. Aniar Restaurant

O Aniar é um restaurante com base em “terroir” localizado no West End de Galway. A palavra “terroir” é geralmente associada à produção de vinho: a combinação de fatores, incluindo solo, clima e meio ambiente, que confere ao vinho um caráter distintivo. No caso do restaurante, usam a palavra para descrever o modo como a comida vem do lugar específico que é Galway e o oeste da Irlanda.

3. Kai Cafe Restaurant

O Kai Restaurant está situado entre uma igreja e um bar gay na Sea Road, no Westend de Galway num prédio que abrigava antes uma florista. Kai é a palavra maori para comida e em 2011 abriram com uma fórmula simples – produtos de alta qualidade, preferencialmente orgânicos ou silvestres, adquiridos localmente e cozinhados de forma inteligente. Uma delícia!

4. Ard Bia

Um dos restaurantes mais antigos de Galway, situado em um dos espaços de restaurante mais emblemáticos da cidade, o Ard Bia sempre enfatizou tanto as experiências comunitárias e o estímulo estético, quanto a boa comida num ambiente divertido. Orgulham-se das suas raízes enquanto exploram uma identidade que transcende a localização e se inspira em todo o mundo.

5. McDonagh’s

É um teste ao paladar de todos os visitantes e habitantes locais há mais de quatro gerações. Fundada em 1902, trazem mais de 115 anos de conhecimento para servir os melhores frutos do mar e conquistaram a reputação de ser uma das melhores casas de frutos do mar da Irlanda. Tudo começou com Colman McDonagh, ou Cogar como ele era conhecido, mudando-se para Carrerae em 1902 para a Quay Street em Galway City. Cogar criou os seus seis filhos lá e um dos seus filhos, Coleys, teve grande interesse em continuar o negócio da família. Mais tarde, Coley e sua esposa Margaret assumiram o negócio e também criaram seus filhos na rua Quay. O filho de Coleys, PJ, gre o negócio hoje com sua esposa Mary e seus 4 filhos.

Galway é sem dúvida uma cidade a visitar.